quinta-feira, 14 de maio de 2009

M2 - TEMA 5 e 6

Módulo 2 - Princípios
Tema 5 e 6 - A justiça / A dor

Pergunte a si mesmo e comente.
É A DOR UM CASTIGO, VEICULO DE APRIMORAMENTO OU UMA INJUSTIÇA?

33 comentários:

  1. seria um veiculo de aprimoramento, muitos so aprendem quando perdem alguem de muito valor.... ai comecam a pensar na vida ,,,... mas tem os seus pontos de injustiça quando mais no momentos em que vc esta feliz !...

    ResponderExcluir
  2. Acredito no aprendizado pelo amor ou pela dor, quando se é pelo amor a pessoa se intera da situação que está se passando e o aprenzidado vem naturalmente, já pela dor essa situação que você está passando você nem vê, ou mesmo deixa pra lá, só que pode acontecer algo nesse meio tempo então a "ficha" da pessoa cai e ela vê o quanto tempo perdeu por alguma resistência ou algo parecido como perder alguém. Então a dor é um veículo de aprimoramento!!

    ResponderExcluir
  3. Desculpem... mas descordo dos dois colegas acima...
    Só consideramos injustiça, quando algo nos afeta ou afeta alguém que agente acha que não merece o que está acontecendo...
    Não sei se vou me conseguir fazer entende mas, tenho um amigo que, dirigia, estudava comigo, trabalhava e etc. Hoje, ele vive na escuridão, ele tem glaucoma. É, infelizmente, até agora, a única doença dos olhos que os cientistas não tem transplante, tratamento, etc. Nem o olho biônico não serve para o caso dele...
    Agora eu pergunto aos mais sábios:
    O que raios meu amigo está aprendendo com essa dor, esse sofrimento, essa escuridão?
    Desde 1994 que ele está assim... ele virou crente da igreja Batista e eu continuo a não acreditar em, com todo o respeito que todos aqui merecem... PORRA nenhuma de divindade e "espíritos amiguinhos" que venham consolá-lo ou curá-lo.
    É fácil acreditar, ser espírita, espiritualista, crente e afins quando não se vê alguém que você ama numa condição como essa.
    Sinto muito gente mas... fuck off com essas balelas todas...
    No dia em que, alguém me disser que, um coxo criou uma nova perna, sem a interferência do homem ou uma pessoa cega por glaucoma, voltou a enxergar apenas pela graça e milagre de alguma divindade... juro aqui... para quem quiser ouvir e cobrar... largo tudo e sigo essa tal divindade. Antes disso meus caros, prefiro continuar racional e sã.
    Que assim seja.

    ResponderExcluir
  4. C/certeza a dor é um veiculo de aprimoramento infelizmente, pois só lembramos de n os corrigirmos c/a dor e ao mesmo tempo faz como uma limpeza da nossa alma....

    ResponderExcluir
  5. Muitas vezes o que fazemos sem pensar e pagamis com a dor , injustiçar uma pessoa ou coisa parecida sem pensarmos e com certeza vamos pagar mais tarde com coisa pior que é ador é isso que entendo com Justiça e dor

    ResponderExcluir
  6. Bom, a dor é VEICULO DE APRIMORAMENTO...

    Quando fugimos do sofrimento... ignoramos a realidade. Isso é um ato covarde.
    Diante de um conflito, é preciso equilíbrio, e isso é o maior desafio...

    Aí vem a dor...porque ficamos muitas vezes cheios de dúvida, inseguranças, desconfianças... "fazer ou não fazer?" "seguir ou não?" "E agora...?"

    Mas esses sentimentos geram pensamentos, que geram atitudes... geram o nosso SER...

    E é assim que a vida corre...e precisamos VIVER...
    mesmo em altos e baixos.. :)

    Tudo o ABC da vida..:)
    Precisamos ser alunos, professores da vida!

    ResponderExcluir
  7. Olá Cleiton e Amigos!

    A dor é mesmo um veículo de aprimoramento, tenho a certeza disso. Embora muitas vezes seja difícil compreender como escreve a Vicky num comentário anterior.

    É que muitas vezes nos colocamos no lugar do outro que está passando por uma determinada experiência e sentimos que se fosse connosco não iríamos aguentar ou achamos injustiça de Deus que permite que paguemos por algo que não lembramos. Mas recentemente li que nós fazemos parte da elaboração da nossa reencarnação no plano espiritual.

    E digo, por experiência própria que a dor me fez e faz reflectir, estudar e cada vez que me esclareço fica mais fácil trabalhar o que tem que ser trabalhado.

    Abraço em todos!!!!

    ResponderExcluir
  8. Não existe injustiça, somos resultados de nossos próprios atos e pensamentos. Se nos revoltamos é devido a nossa própria ignorancia com relação aos fatos. O que representa isso é um dos temas anteriores a Lei de ação e reação, ou uma frase que diz... A semeadura é livre, porém a colheita é obrigatória...

    Diate das Lei naturais de Progresso, onde todos evoluem, e a de Destruição onde é necessario se destruir para se renovar, construir mais e melhor; A dor, no processo evolutivo em que ainda nos encontramos, se faz necessaria, portanto é um veiculo de aprimoramento, em meio do sofrimento que vamos ver que algo que estamos fazendo ou pensando não nos proporciona a felicidade. A dor não pode ser encarada como o unico processo para se evoluir, porque podemos evoluir pela inteligencia e por amor.

    Grato pela oportunidade.

    ResponderExcluir
  9. Simone Melo (obreiro)18 de maio de 2009 11:33

    Acredito que a dor ainda é presente no nosso planeta por uma questão de condição espiritual que nos encontramos, e como um caminho que Deus com sua providência nos concede para refletirmos e repararmos nosso erros. Quantos de nós já não nos moldamos e lembramos de Deus por uma situação difícil?Mas não é o único caminho para reparos temos o caminho do amor que requer muita renúncia.Muita Paz!

    ResponderExcluir
  10. Alô?
    Tem alguém aí?
    Alguém leu o que eu escrevi?
    Eu não desejo isso nem para o meu pior inimigo, mas eu queria ver se, qualquer um acima, passando pelo o que meu amigo passa a tantos anos ia continuar tão amável, bondoso e otimista como agora...
    É fácil ser bom, amável e otimista quando, se está com saúde, a "barriguinha está cheia" e tudo está bem...
    É como ver uma criança faminta e dizer:"__Oh! Coitadinha!" e depois ir direto para o restaurante...
    Isso é pura hipocrisia recheada de egoísmo e eu me recuso a ser hipócrita e fingir que as coisas ruins não acontecem...

    ResponderExcluir
  11. Quando vocês se comportam assim; fingindo que nada está errado, que nada está acontecendo; só me faz ficar, cada vez mais, decepcionada com o tal SER HUMANO.

    ResponderExcluir
  12. Muitas vezes a pessoa em dificuldades não encara a dor como veículo de aprimoramento e sim como sofrimento ou injunstiça. Devemos respeitar o estado de evolução de cada um, no entendendo é importante lembrar que como dizia o poeta "a dor é inevitável, mas o sofrimento opcional".

    Quantas pessoas não fazem da dor uma vitória? Quantas pessoas depois de acidentes trágicos não dão a volta por cima, tenho exemplos vivos disso no meu trabalho onde trabalhamos com inclusão de pessoas com deficiência, o tempo inteiro ouvimos histórias tristes de dor, mas ao mesmo tempo de muita superação.

    Estamos nessa vida para fazer a diferença!

    Para aqueles que tem um pouco mais de conhecimento, sabem que a injustiça não existe. Plantamos aquilo que colhemos e não como uma forma de castigo, pelo contrário, como forma de aprendizado e REPARAÇÃO. Veja bem, reparar um erro é muito diferente de se arrepender de um erro.

    Em toda a nossa existência vamos nos deparar com dor, alegria, medo, coragem...Devemos buscar o equilibrio interior e buscar sempre muita força para superar os obstáculos que ainda estão por vir.

    ResponderExcluir
  13. Eu simplesmente não acredito no que eu estou lendo!
    Ficar cego é uma forma de evolução?
    Ele ficou cego por que ele quis ficar cego? Por que ele colheu o que plantou?
    Ele está cego para reparar um erro?
    Aí não... eu desisto!

    ResponderExcluir
  14. Qdo não aprendemos pelo amor aprendemos pela dor, por que? Porque a dor nos faz lembrar mais nitidamente e a dor é mais profunda, fica por mais tempo, vai até o fundo d alma, rasga, sangra, doí...e deixa cicatriz p/que possamos lembrar sempre e c/isso daremos muito mais valor em nós mesmos, nos faz crescer em todos os sentidos, valorizarmos. No fundo mesmo é bom.Qdo tudo é bonzinho, certinho demais, nem lembramos de nada, passa despercebido, e o que aprendemos c/isso?...Mas se temos consciencia da nossa vida aqui no planeta terra, o por que de tudo, reconhecermos tudo, aí vale a pena aprendermos pelo Amor é otimo e agradavel!...Não é mesmo...Bjs(filhotão).

    ResponderExcluir
  15. Aff... está ficando cada vez pior!
    Crente que tem a péssima mania de dizer:
    "Se você não obedecer o senhor no amor, odecerá pela dor."
    Eu heim... socorro!
    Quero distância de vocês e seus deuses inventados cheios de rancor, ódio e vingança.
    Rosinha, minha cara... coloque um dia uma venda preta nos olhos e fique um dia inteiro sem enxergar nada!
    Eu estou falando para você e quem quiser fazer isso por que EU já fiz isso! E digo, não é fácil, não é agradável e nem tão simples como vocês pensam...
    JESUS NA CRUZ... DE PONTA CABEÇA CHACUALHANDO O CABELINHO DE TANTO DESGOSTO!
    Acorda! Dei um exemplo de verdade! Uma vivência verdadeira de uma pessoa que poderia ser qualquer um de vocês! E vocês me veem com essas baboseiras???
    Só tenho uma coisa a dizer:
    PIMENTA NOS OLHOS DE OUTROS... É REFRESCO!
    Que decepção...
    Não teve um aqui que se importou com o que eu disse... 1!
    Só um!
    Um que dissesse: Poxa! Que chato... podemos fazer algo por ele? Podemos conhecê-lo? Dizer algo para ele?
    Não, ao invés disso, só li palavras vazias e que demonstram claramente que ninguém se importa com o outro!
    CADA UM POR SI E DEUS CONTRA TODOS...
    Estou para dizer, no mínimo, indignada com a falta de compaixão, a falta de amor, a falta de humanismo de vocês...

    ResponderExcluir
  16. Limpeza da alma?
    Eu queria ver se você Rosinha, ia pensar assim:
    OH... ESTOU CEGA PARA PODER LIMPAR A MINHA ALMA...
    Quantos anos você tem? 12?
    Não acredito que um comentário tão pequeno, tão sem sentido tenha vindo de uma adulta...

    ResponderExcluir
  17. Cara Vicky
    Respeito suas ideias, a de todos os comentadores deste blog, enfim, cada ser humano tem uma leitura da Vida e precisa ser respeitado.
    É muito importante que esse respeito seja mútuo por que, é elegante demonstrar interesse pelos assuntos em debate mas é inteligente estudar e tentar perceber as colocações dos participantes.
    E tem outro detalhe que devemos lembrar, quando o perispírito (elo de união entre a alma e o corpo), condição necessária para as relações entre o espiritual e o físico, onde se registam várias experiências reencarnatórias modifica-se a cada encarnação, quando recebe o condicionamento das novas formas e todas as impressões boas ou ruins, resultantes das acções do Espírito.
    Exemplificando:
    Há casos de pessoas que foram alcoólatras em várias reencarnações, assim "feriram" seus perispíritos e hoje se apresentam com doenças graves no fígado. O princípio é este.
    Muita paz!

    ResponderExcluir
  18. Bom tom da sua parte Renata...
    Obrigada; é que tem horas que vejo através das entrelinhas e não gosto do que vejo, se é que você me entendeu...
    Mas a questão é:
    E se isso que vocês acreditam não for verdade?
    E se essa for realmente a única vida?
    Será que vocês não estão perdendo tempo esperando por uma outra vida que nunca virá?
    Pense nisso!
    Quanto ao respeito procuro respeitar sim, sempre que possível, mas de vez enquando, tem gente que só "ouve" quando agente grita!

    ResponderExcluir
  19. Parece que tem muitas opiniões divergentes, isso é bom.
    Porém quero repetir algumas palavras...De todas as liberdades, a mais inviolável é a de pensar, que compreende também a liberdade de consciência...a verdade está segura de si mesma; convence e não persegue, julga ou briga, porque disso não tem necessidade.

    Em outras palavras, existe a minha verdade, a verdade do outro e a verdade verdadeira.

    ResponderExcluir
  20. Vick, sou adulta o bastante pra saber o que falo, e inteligencia não idade...Só o fato de vc ler os comentarios dos nossos amigos anteriores significa q/está a procura de algo dentro de vc mesma q/ainda não encontrou, enqto diverge cuelmente das opinioes e um inicio de vc parar e refletir uns momentinhos e perguntar o pq das divergencias, se nao tivesse tão ineressada no assunto não daria tantas opínioes contraditorias. Sinta por alguns segundos o calor do sol no rosto, o vento, o cantar de um passaro proximo de vc, não desperdice seu tempo q/é tão precioso, aproveite olhar a vida c/amor,c/carinho,vc esta doente da alma, veja qtas coisas bonitas tem a sua volta, não seja tão amarga c/vc.Nada nessa vida é por acaso. DEUS ESCREVE CERTO POR LINHAS TORTAS, nós seres humano q/não enxergamos nas entrelinhas na maioria das vezes, e aí vem o sofrimento, a dor, as doenças,etc...(Nossa casa= é a moradia do corpo,nosso lar=é a residencia da alma.(reflita um pouquinho, pense mais em Deus, veja a luz sua volta, vc é tão filha de Deus qto qualquer pessoa...Fique na luz...

    ResponderExcluir
  21. Rosinha...
    Qual a parte do:
    NÃO ACREDITO EM NENHUMA DIVINDADE VOCÊ AINDA NÃO ENTENDEU?
    Por que, se for o caso, eu explico de novo e com mais simplicidade até desenho, afinal, quem tocou no assunto de inteligência foi você...

    ResponderExcluir
  22. Alô?
    Tem alguém aí?
    Alguém leu o que eu escrevi?

    "Li suas e outras postagem e se me permite, gostaria de lhe dizer que precisei de muito esforço para aproximar minha compreensão de sua revolta quanto a dor que seu amigo enfrenta.
    Principalmente quando pessoas pelo qual vc espera compreensão se distanciam dessa dor que vc sente."

    Eu não desejo isso nem para o meu pior inimigo, mas eu queria ver se, qualquer um acima, passando pelo o que meu amigo passa a tantos anos ia continuar tão amável, bondoso e otimista como agora...
    É fácil ser bom, amável e otimista quando, se está com saúde, a "barriguinha está cheia" e tudo está bem...

    "Quando tudo vai bem sequer damos conta da dor e sofrimento alheio que faz com que nossa vida se torne complicada e dificil"

    É como ver uma criança faminta e dizer:"__Oh! Coitadinha!" e depois ir direto para o restaurante...
    Isso é pura hipocrisia recheada de egoísmo e eu me recuso a ser hipócrita e fingir que as coisas ruins não acontecem...
    18 de Maio de 2009 22:37

    "A indiferença dos que estao "cegos" diante da angustia causada pelos fatos a outrem e a si, move dentro de si algo que a faz se voltar contra aqueles que considera hipocritas e fingidos.
    No fundo se pudesse, vc preferiria ver as pessoas que tanto ama livres do sofrimento...."

    Com meu respeito a sua dor - Adao

    ResponderExcluir
  23. Poxa Adão... obrigada!
    É isso mesmo! Queria ver, aliás, não gosto de ver ninguém sofrendo, não consigo ficar indiferente...
    Muitas vezes, nas ruas, tenho que virar o rosto para não ver pessoas com doenças, de cadeiras de rodas e etc. Por que me doe demais! Como eu disse, não consigo ficar indiferente...
    Obrigada por ter me compreendido!
    Lágrimas...
    Fiz tudo que eu podia! Tudo e mais um pouco, fui atrás de todos os meios, todos os especialistas...
    Ainda não tem jeito... e eu, sem jeito, não consigo nem encarar mais esse meu amigo direito!
    Muito ruim...
    Você entendeu... obrigada de novo.

    ResponderExcluir
  24. Caros Adão e Vicky.
    Boa tarde!
    Acredito que todos os comentadores deste blog desejam bem ao seu semelhante e com certeza vêem crianças na rua com fome mas mesmo assim não deixam de comer seja em casa, restaurante… Ou o Adão não se alimenta?
    Acredito também que ninguém é indiferente ao sofrimento alheio e todos aqui têm suas questões, experiências para solucionar mas buscam uma explicação, conhecimento através de teorias, filosofias para se confortar diante das mesmas e se transformarem em pessoas positivas.
    Existem várias provas da reencarnação, a regressão de memória é uma delas, Vicky. Busque, leia, se esclareça tenho a certeza que serás melhor para o seu amigo tê-la cheia de novas ideias, mensagens confortantes, etc. A princípio esta condição existe para ele mas um dia pode mudar, por que a ciência sempre nos trás boas surpresas!
    Veja como exemplo, Andrea Bocceli, Steve Wonder todos na mesma condição.
    As Leis do Universo são perfeitas, acredite nisso!
    Um sincero abraço a todos!

    ResponderExcluir
  25. A dor é uma sensação desagradável percebida pelo corpo astral, e não é nada mais nada menos que o resultado de uma causa.
    Tudo no fim serve pra o cersciento, através da experiência.
    E tanto serve a dor para o crescimento quanto para a animalização.
    Depende do estado de consciência de cada um cada um

    ResponderExcluir
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  28. Renata, Boa Noite.
    Sobre sua postagem de 21 maio 2009 15:56

    Primorosa sua fé. Digna de respeito pelo simples fato de ser “SUA”, ser provido do dom de escolher. Voce diz: “ninguem aqui é indiferente”, compartilho desejando muito que sejamos todos solidarios, optando pelo caminho universal único: ascensão humana ao “AMOR”.
    Vero que o mundo (este e outros) contenham pessoas em infinitos niveis de evolução, mas a “LEI MAIOR” impele a que exercitemos o “AMOR” atraves da doaçao: seja material, seja emocional. Acolher um ser que expressa sua profunda dor (da alma no fundo do coraçao) é tb expressar esse amor tal qual a que sente no estomago (fome) ou na pele (frio/calor).
    Para mim, sei o que é melhor, e me esforço muito para faze-lo conforme minhas crenças (adquiridas, impostas e importadas) acumuladas desde minha geraçao, mas por saber-me único, tenho extrema dificuldade em dizer as pessoas o que precisam fazer.
    Apenas confio plenamente que seres dotados de auto-determinação encontrem seu caminho, se libertem, e alcancem sua plenitude espiritual e material.
    Antes que duvides, (hehehehe) quero esclarecer que me alimento sim, o necessario para manter animo e a vida que me foi emprestada.
    Em respeito aos que nada tem para comer apenas uma ou duas refeição diaria vegana e crudivora (respeito a vida dos seres concientes que não tem escolha em não servir de alimento aos humanos).
    Exclareço que essa é uma decisão de foro intimo, não descriminativa aos onivoros que agem conforme sua conciencia, como eu e tem a liberdade de assim faze-lo.
    Diz este topico “JUSTIÇA E DOR” e na dor que conhecemos nossos amigos pela expressao manifesta do ser. Nossos amigos companheiros, presentes ou distantes como agora.
    Sobre a Vik apenas desejo acolher e aproximar-me fraternalmente de um ser que pelo AMOR e grande sensibilidade que possue, sofre a dor alheia revoltando-se pela indiferença (dos outros) por ela percebida. Minha opnião sobre isso, não fara ela deixar de sofrer por amor ao amigo.
    Perdoe-me se voce ou qualquer pessoa q tenha acesso a este textos, sentir-se indiferente, a intenção era maior, apenas acolher nossa amiga Vik.
    Se provoquei sentimentos indesejados, desculpem-me minha insignificancia e falta de tato preciso muito crescer e alcançar a LUZ, a PERCEPÇAO e demonstrar todo AMOR FRATERNO que sinto.

    SAUDE PAZ LUZ SERENIDADE HARMONIA AMOR SUCESSO FELICIDADE ALEGRI E ENERGIA A TODOS.

    Gratidão - Adão

    ResponderExcluir
  29. Caro amigo... Adão... novo amigo...
    Havia decidido a não mais postar aqui... não havia sido compreendida e, quando alguém chegou perto de entender a dor que eu sinto, outros criticaram... não vou dar uma de boazinha que esse não é o meu tipo nem de rogada, ou diplomática... atacaram sim...
    Na verdade, o ideal era escrever somente para você de uma forma particular mas, isso ainda não me é possível então... estou escrevendo aqui.
    Quando ao restante do pessoal... se não for para ajudar... não quero nenhum de seus comentários que só me deixaram mais triste e sem esperança; essa mensagem, se agora se referem ao restante, é só para mencionar o objetivo principal deste meu comentário: Agradecer novamente ao Adão e dizer que, meu caro, todas as vezes que leio seus comentários meus olhos enchem-se de lágrimas... estou bem acostumada a ser mal compreendida mas ainda dói.
    Esse seu amor fraterno é lindo!
    Obrigada por você ser assim!

    ResponderExcluir
  30. Viky, penso que todos crescemos qdo percebemos as diferenças q nos fazem unicos. Boazinha, rogada ou diplomata o q importa é ser transparente e comunicar o q sente nossa alma. Temos espinhos, mas tambem perfumes, dias cinzentos mas tambem maravilhosos coloridos arco-iris, formas grotescas mas tambem suaves e sublimes. Basta olharmos com o coração, e sentir com a alma para perceber a riqueza que esconde cada ser.
    Sermos compreendidos é termos a percepçao de que alguem nos acompanha (não estamos mais só) e isso é maravilhoso. Ja li em algum lugar que fomos feitos anjos de uma asa só para que aprendessemos a voar sempre juntos. Só vamos a lugar nenhum. Emociona-nos qdo dois seres compartilham-se mutuamente, alivia a dor, e torna mais leve carrega-la. Triste q num mundo tão povoado ainda sintamos dor e afirmamos nos acostumar a mal compreensão. Preocupados com nosso proprio umbigo, esquecemos nossa unica asa que nos faria caminhar pra longe do sofrimento. Nos complementamos no Amor. Legal vc continuar postanto aki. Teremos a oportunidade de crescer e caminhar juntos. Conte comigo Amiga, fique a vontade para escrever-me. Conte conosco Amigos. Amo-vos na Essencia divina que sois.
    Gratidao - Adao

    ResponderExcluir
  31. Suportar o inevitável

    Eu poderia suportar todos os males que a vida me impusesse, menos uma coisa: a cegueira. Isso jamais eu poderia aguentar.

    Estas foram palavras do famoso novelista e dramaturgo americano, Booth Tarkington, vencedor do prêmio Pulitzer.

    Cada um de nós poderia então questionar: dos males, das provas da vida, qual seria aquela ou aquelas que não suportaríamos?

    Todos temos limites e medos é certo. Então, até quando, ou, até o quê podemos, cada um de nós, suportar?

    O Sr Tarkington viveu uma experiência muito especial neste sentido.

    Um dia, quando já estava com seus sessenta e poucos anos, olhou o tapete que cobria o assoalho.

    As cores estavam confusas, opacas. Não podia distinguir o desenho.

    Foi a um especialista. Soube então da trágica verdade: estava perdendo a vista. Um olho já estava quase inutilizado; o outro seguia o mesmo caminho.

    Acontecera-lhe o que ele mais temia.

    E como foi que Tarkington reagiu diante do pior dos desastres? Será que pensou: Aí está! Eis o fim de minha vida...

    Não, absolutamente. Para sua própria surpresa, sentiu-se quase alegre. Lançou mão até mesmo do seu senso de humor.

    Pequenas manchas flutuantes perturbavam-lhe a visão, passavam-lhe pelos olhos e impediam-no de ver.

    Contudo, quando a maior delas passava pelos olhos, costumava dizer:Olá! Lá está o vovô de novo! Para onde será que vai nesta bela manhã?

    De que modo poderia o destino dominar tal Espírito? A resposta é: não poderia de maneira nenhuma.

    Quando a cegueira total o envolveu, ele comentou: Verifiquei que podia suportar a perda de meus olhos exatamente como o homem pode suportar qualquer outra coisa.

    Se perdesse todos os meus cinco sentidos, sei que poderia viver dentro da minha mente, pois é através do cérebro que vemos, e é nele que também vivemos, quer saibamos disso ou não.

    Na esperança de recuperar a vista, submeteu-se, nos anos seguintes, a mais de doze operações, delicadas, incômodas.

    Revoltou-se, por acaso, contra isso? Não. Sabia que isso precisava ser feito. Compreendia que não lhe era possível escapar de tal contingência. Aceitava tudo com extrema dignidade.

    Recusou o quarto particular que lhe reservaram no hospital e foi para uma enfermaria comum, onde pudesse estar em companhia de outras pessoas que também sofriam reveses.

    Quando teve que se submeter às repetidas operações, procurava se lembrar do quanto era afortunado:

    É maravilhoso! É maravilhoso ver-se como a ciência pode agora realizar operações numa coisa tão delicada quanto os olhos humanos!

    Muitos outros, passando por tudo que ele passou, teriam se transformado em trapos humanos e desistido de tudo, porém, Tarkington mostrou que é possível, que é sempre possível suportar o inevitável.

    * * *

    Suportar o inevitável significa ter resignação, esta aceitação do coração ao que a vida nos impõe pelas leis naturais do Universo.

    Sabendo que Deus é soberanamente justo e bom, e que Suas Leis são perfeitas, não há o que temer.

    Os fardos que carregamos sempre são proporcionais à nossa capacidade de suportá-los.

    Os fardos sempre nos fazem mais fortes, mais esclarecidos e maduros, quando suportados com resignação e coragem.

    Redação do Momento Espírita com base no cap. 9 do livro Como evitar preocupações e começar a viver, de Dale Carneggie. ed. Companhia Editora Nacional.
    Em 25.05.2009.

    ResponderExcluir
  32. Olá a todos,

    Tenho uma irmã que neste momento tem 47 anos e ficou invisual com 11 anos por causa de uma meningites.

    Além da falta de visão, tem uma vida normal, casada,feliz, com um filho e acredita em Deus.

    No inicio não foi fácil nem para ela nem para a familia, mas Deus fecha uma porta e deixa aberta uma janela de luz, somos nós qem decidimos se queremos espreitar ou não a traves dela.


    Abraços para todos.

    Tino.

    ResponderExcluir
  33. adoraria saber como voce está um ano depois viky, como pensa hj? ...só muda a forma de pensar qm a tem!bj no teu coraçao e mta paz de espirito.

    ResponderExcluir